segunda-feira, 11 de maio de 2015

Senador do PT se rebela contra ajuste fiscal que penaliza o trabalhador - ÉASSIM

O Partido dos Trabalhadores vive sua prova de fogo no Congresso Nacional para defender os interesses do governo Dilma Rousseff. O calcanhar de aquiles da bancada tem sido o ajuste fiscal proposto pelo Ministro da Fazenda, Joaquim Levy, com a anuência da própria Presidente.
Petistas históricos como senador Paulo Paim (PT-RS) começam a andar na contramão da proposta e, no clima da insatisfação, vão de emendas a Medida Provisória. Na semana que passou matérias do ajuste passaram apertadas em plenário e, agora, se depender de Paim não passam da forma como estão.
O senador Paulo Paim (PT-RS) tem sido referência no Parlamento quando o tema é direito trabalhista. Da forma como foi aprovada pelos deputados, diz o senador, a MP  que tornou muito mais rigoroso o acesso à concessão de benefícios como o seguro-desemprego e o abono salarial pode amenizar o estrangulamento orçamentário da União, mas sacrifica totalmente o trabalhador brasileiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário